Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

LIBELO

Libelo: São Paulo pode ficar com um só ministro no Supremo.

Beijo na TV Justiça

Além de julgamentos, notícias e entrevistas, a TV Justiça agora também vai exibir filmes. O primeiro será "O Beijo" estrelado por Maitê Proença, Fernanda Torres e Antônio Fagundes. A estréia será no dia 27 de abril.

O STF quer comprar outras fitas nacionais do gênero. A novidade foi noticiada por Ricardo Boechat, no Jornal do Brasil.

Dormindo com o inimigo

Para impedir a fuga da mulher, louca para se separar, o marido a prendeu numa jaula e a uma coleira. Como informa o site da CNN, ele foi preso em flagrante.

Oportunidade

Um massacre no Congo, na semana passada, deixou mil mortos, segundo o alto comissário da ONU para Direitos Humanos, Sérgio Vieira de Mello. Ele declarou que a entidade pretende punir os responsáveis pelo crime.

Pode ser uma boa estréia para o Tribunal Penal Internacional.

Croácia em evidência

O boletim eletrônico da OAB-SP destaca que o governo brasileiro concedeu anuência à designação do cônsul honorário da Croácia em São Paulo. O nome aprovado foi de Oswaldo Julio Muller da Silva.

Em baixa

Tudo indica que São Paulo, o maior celeiro de juristas do país, pela primeira vez na história, ficará com um só ministro no STF: Celso de Mello.

No STJ, o desprestígio paulista não é menor: na eleição da semana passada, os três candidatos do Estado estiveram entre os menos votados.

O estado do Estado

A reestruturação do Grupo Estado, antecipada pela revista Consultor Jurídico em 19 de fevereiro, foi confirmada por nota oficial divulgada pela empresa. A decisão foi tomada de olho na abertura da mídia ao capital estrangeiro.

O comando administrativo do grupo será entregue, pela primeira vez, a um executivo que não tem sobrenome Mesquita.

Revista Consultor Jurídico, 9 de abril de 2003.

Revista Consultor Jurídico, 9 de abril de 2003, 21h31

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/04/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.