Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Democratização

Informações sobre licitações poderão ser divulgadas pela Internet

Todos os órgãos da administração pública, incluindo autarquias e fundações, poderão ser obrigados a divulgar em suas respectivas páginas da Internet dados e informações relativos às licitações em andamento, bem como os seus resultados. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou hoje (2/4) parecer favorável à proposta, que será agora examinada em Plenário.

Acolhido pela comissão, o substitutivo elaborado pelo senador Jefferson Péres (PDT-AM) a partir de projeto original do senador Aloizio Mercadante (PT-SP) indica que caberá ao Poder Público estabelecer normas de padronização do conteúdo e apresentação das informações a serem divulgadas nas diversas fases do processo de licitação. Ainda de acordo com o texto, as informações relativas aos resultados das licitações deverão incluir, obrigatoriamente, o detalhamento dos custos totais e a identificação das pessoas físicas ou jurídicas vencedoras da licitação.

O senador João Capiberibe (PSB-AP) observou que, uma vez convertido em lei, o projeto será importante para a transparência das licitações públicas, já que qualquer cidadão, ao acionar a Internet, terá plena condição de saber onde os recursos públicos estão sendo aplicados. O relator, Jefferson Péres, concordou com Capiberibe e disse que a medida democratiza os atos públicos.

Fonte: Agência Senado.

Revista Consultor Jurídico, 2 de abril de 2003, 13h20

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/04/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.