Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Provão da OAB

OAB-SP divulga ranking das faculdades de Direito

A Faculdade de Direito da Universidade do Grande ABC teve uma das menores porcentagens de alunos aprovados no 117º Exame da OAB-SP — 19,75%. O desempenho da faculdade piorou, já que no 116º Exame o índice de aprovação tinha sido de 24, 69%.

Os rankings das melhores faculdades de Direito de São Paulo, referente aos Exames de Ordem nº 116 e nº 117, aplicados em dezembro de 2001 e em abril de 2002, respectivamente, foram divulgados pela OAB-SP, nesta terça-feira (24/9).

De acordo com os dados, a Faculdade de Direito da Universidade de Guarulhos também ficou entre as últimas e baixou o resultado. No primeiro Exame, 24,13% dos alunos foram habilitados para exercer a profissão. No segundo, a porcentagem caiu para 20,74%.

A Faculdade de Direito da Universidade de Mogi das Cruzes tinha 28,81% dos estudantes habilitados para exercer a Advocacia no último Exame do ano passado. Em abril deste ano, o índice foi de 22,41%.

Melhores desempenhos

O curso de Direito da Universidade de São Paulo (Largo São Francisco) aparece em 1º lugar, com 95,81% de habilitados no 116º e 87,25% no 117º Exame. Mesmo estando em primeiro lugar, nota-se que a atuação foi menor no Exame de abril deste ano, o que ocorre com muitas outras faculdades de acordo com a lista divulgada pela OAB-SP.

O curso da PUC-SP está nos dois exames em 2º lugar (com 93,70% e 74,19% de habilitados) e o da Universidade Mackenzie, que aparecia em 4º lugar no último Exame do ano passado, passou a ocupar a 3ª posição no Exame de abril deste ano, com 88,67% e 69.7%.

O curso da Universidade Estadual Paulista, que havia ficado em 3º lugar no último Exame do ano passado, no qual compareceu com o maior número de inscritos, 1.865 bacharéis, não foi avaliada no 117º, por não atingir o número mínimo de inscritos para essa amostragem, que é de 50 candidatos.

Outra mudança de classificação ficou por conta do curso da Faculdade de Direito de São Bernardo, que ocupava a 13ª colocação no 116º Exame e pulou para a 5ª posição no seguinte. O curso da PUC - Campinas ocupava o 5º lugar e no último exame aparece em 4º. No interior, os destaques são a Faculdade Salesiana de Direito de Lorena, que saltou da 10ª para a 6ª posição; a de Bauru do 15º lugar para o 7º e o curso do Instituto Municipal de Ensino Superior de São Caetano do Sul da 14ª posição para a 9ª, comparando os dois exames.

O curso da Universidade Católica de Santos saiu do 6º lugar para ocupar o 8º e o da Faculdade de Sorocaba deixou a 9ª colocação para a 10 ª posição.

Participaram da pontuação do 116º Exame 58 faculdades de Direito. Já do 117º, foram 55 Faculdades.

Avaliação

"A OAB, enquanto entidade normatizadora e disciplinadora da Advocacia, vem buscando através do seu Exame fixar critérios adequados à inserção dos candidatos em seus quadros, que garantam ao jurisdicionado uma prestação jurídica de qualidade, a despeito da formação deficiente decorrente da má qualidade do ensino", explica o presidente da OAB SP, Carlos Miguel Aidar.

A classificação para a elaboração do Ranking das Faculdades de Direito é elaborada pela OAB-SP com base no total de inscritos no Exame da Ordem e o percentual de aprovados.

Revista Consultor Jurídico, 24 de setembro de 2002, 19h59

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/10/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.