Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Educação à distância

ILB quer popularizar Constituição Federal por meio de radionovela

Popularizar a Constituição brasileira por meio de uma radionovela é um dos principais projetos que a área de educação a distância do Instituto Legislativo Brasileiro (ILB) deve lançar em 2003. O programa será veiculado pela Rádio Senado AM, em uma parceria nova dentro da Casa, já que o ILB possui trabalhos conjuntos com a TV Senado e utiliza o canal 46 para o público interno e a mídia eletrônica (internet e intranet) para divulgação de seus cursos.

A radionovela terá como público-alvo os ouvintes das regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Sua periodicidade, segundo a diretora da área no ILB, Denise Zaiden Santos, ainda não está definida, mas provavelmente será semanal. Ambientada em uma cidade imaginária, no interior do Brasil, o programa apresentará cinco personagens centrais que irão discutir e tentar solucionar problemas cotidianos do cidadão que a Constituição pode elucidar.

O coordenador de projetos do ILB, Marcelo Larroyed, conta que um desses típicos moradores do interior brasileiro recorrerá a um senador ou a um especialista para obter a explicação necessária. "Cada capítulo solucionará um caso diferente", diz Larroyed. Projetado dentro de um conceito interativo, o programa divulgará, na sua parte final, o endereço eletrônico e a caixa postal para onde poderão ser encaminhadas as indagações dos ouvintes. Essas dúvidas serão solucionadas ao longo dos vários capítulos da radionovela, que também divulgará, segundo Larroyed, endereços de entidades que representam os direitos do cidadão.

Outro projeto de educação a distância do ILB para o próximo ano é uma programação específica para os deficientes visuais. O primeiro da série será a leitura de contos e crônicas de grandes autores nacionais, que também será veiculado pela Rádio Senado. Larroyed explica que o piloto do programa, realizado esta semana, apresenta uma pequena introdução com a biografia do autor e um resumo do tema da obra a ser divulgada.

O coordenador informou, ainda, que há outros projetos em estudo pelo ILB para serem veiculados pelo rádio, como o de áudio-livro, uma iniciativa que vem crescendo nos países mais desenvolvidos para atender os portadores de deficiência visual. A proposta, segundo Larroyed, é divulgar a Constituição, os principais códigos e as leis importantes para o dia-a-dia do cidadão, além de obras literárias.

Fonte: Agência Senado.

Revista Consultor Jurídico, 21 de setembro de 2002, 5h39

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/09/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.