Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Brasil Legal

Brasil Legal: Globo não pode divulgar conversas de Garotinho.

Por 

O Supremo Tribunal Federal não autorizou a Globo a divulgar as conversas gravadas do candidato à Presidência, Anthony Garotinho.

Os diálogos envolvem Garotinho em um suposto esquema de suborno a um fiscal da Receita Federal

O relator do caso foi o ministro Sepúlveda Pertence, acompanhado pela maioria dos colegas. O presidente da Corte, ministro Marco Aurélio, ficou vencido.

Cada uma...

Os deputados do PSDB, em São Paulo, colocaram no ar uma propaganda que poucos entenderam. Maluf aparecia entregando seu plano de governo, em 1990, ao então presidente Fernando Collor de Mello. Na mesma imagem aparecia a legenda: “São Paulo de joelhos”.

Os advogados Ricardo Tosto, Patrícia Rios e Eduardo Nobre, que representam Maluf, pediram direito de resposta no TRE-SP. Conseguiram.

Direito de resposta

O PT quer mais um direito de resposta no programa de José Serra. Motivo: comparação de declarações de Lula em 1998 e este ano sobre empregos com a frase: “Ou Lula esconde o que pensa ou não sabe o que diz”.

O advogado José Antônio Dias Toffoli pediu ao TSE, nesta quarta-feira, a suspensão das inserções e direito de resposta no programa tucano.

Urna benta

Em Paranatinga, interior de Mato Grosso, um padre conhecido como João Boiadeiro tem auxiliado a Justiça Eleitoral. Durante a missa, ele fala sobre a importância das eleições e, no final, ensina os fiéis de comunidades rurais a votar.

O padre recebeu treinamento sobre o funcionamento da urna eletrônica. A urna destinada às simulações é carregada por ele em uma camionete e, às vezes, no lombo de um cavalo quando necessário.

Alckmin x Maluf

O candidato ao governo paulista, Geraldo Alckmin, conseguiu direito de resposta de cerca 15 minutos nos programas do adversário Paulo Maluf, nesta terça-feira (18/9). Ricardo Penteado, advogado de Alckmin, explicou que o tempo será dividido durante os programas.

Ringue exclusivo

Os advogados de partidos políticos andam reclamando do excesso de recursos movidos pelo candidato Geraldo Alckmin contra o adversário Paulo Maluf. Segundo um deles, a maior parte da audiência é ocupada para o julgamento desses recursos.

Ele resolveu chegar mais cedo nos dias de julgamento no TRE-SP para ter seus recursos analisados entre os primeiros. Assim, não precisará ficar assistindo o ringue eleitoral.

Explicação

O advogado do tucano, Ricardo Penteado, reagiu às críticas dos colegas e citou a audiência de terça-feira para explicar o número de recursos impetrados.

“A maioria dos recursos do candidato foi acatada pelo TRE-SP, o que mostra que não são descabidos”, disse.

 é editora da revista Consultor Jurídico e colunista da revista Exame PME.

Revista Consultor Jurídico, 18 de setembro de 2002, 16h30

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/09/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.