Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pedidos rejeitados

Serra não consegue direito de resposta em programa de Ciro Gomes

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Gerardo Grossi, negou nesta terça-feira (17/9) dois pedidos de direito de resposta ao candidato do PSDB à Presidência, José Serra. Ele reclamou do fato de Ciro Gomes (PPS) referir-se a ele na propaganda eleitoral como o candidato dos poderosos.

No despacho, o ministro julgou improcedentes as duas representações mesmo depois de considerar agressiva a linguagem utilizada por Ciro Gomes contra o candidato tucano. Grossi disse que a crítica contundente é a mais comum na reta final da campanha, e que a expressão candidato dos poderosos refere-se obviamente a todos aqueles que recebem apoio dos que detenham poder econômico, social, político ou religioso não podendo, portanto, ser classificada como injuriosa ou inverídica.

"Se desapaixonadamente, passarmos os olhos nos apoiamentos que a mídia anuncia, dia a dia, todos os candidatos recebem apoios de poderosos, exceção feita aos candidatos do PCO e do PSTU, dos quais a mídia nada diz, para bem ou para mal", afirmou Grossi.

Representação: 482

Representação: 487

Revista Consultor Jurídico, 17 de setembro de 2002, 17h47

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/09/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.