Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mãos à obra

Fórum de SP pode ser terminado rapidamente se tiver recursos

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, juiz Francisco Antonio de Oliveira, visitou nesta sexta-feira (13/9), o canteiro de obras do Fórum Trabalhista de São Paulo. Os trabalhos de construção foram reiniciados na semana passada.

O juiz estava acompanhado pelo gerente da Divisão de Obras do Banco do Brasil, engenheiro Joaquim Andrade Filho e pela equipe de técnicos do banco, que administrará a conclusão da obra. "Vamos encaminhar relatórios mensais sobre o andamento da obra para o TCU e para a Comissão de Orçamento do Congresso", disse Andrade.

Para o presidente do TRT, a conclusão dessa obra é questão de honra para a Justiça de Trabalho. "Pronto, ele deixará de ser um símbolo da corrupção para virar símbolo da persistência", afirmou.

A obra estava paralisada desde 98, quando surgiram as denúncias de irregularidades. Segundo engenheiros do Banco do Brasil, que avaliaram a obra, mesmo com todo esse tempo paralisada, a estrutura do prédio não foi comprometida, mas o sistema de ar-condicionado e elétrico precisam ser refeitos.

O TRT tem R$ 10,9 milhões para serem investidos nessa primeira fase da obra. Em um segundo momento, serão investidos mais R$ 22,9 milhões previstos no Orçamento da União para 2003. Em 2004, serão mais R$ 21,7 milhões que deverão ser incluídos no orçamento.

"O que precisamos agora é lutar para antecipar esses recursos, porque com isso, poderemos concluir essa obra em sete meses", disse Oliveira. Segundo ele, a futura presidenta do Tribunal, Juíza Maria Aparecida Pellegrina, "já demonstrou que vai lutar para concluir a obra e nós estamos confiantes".

O juiz Francisco Antonio de Oliveira transmite a presidência do TRT da 2ª Região na segunda-feira (16/9) à juíza Maria Aparecida Pellegrina. Ela será a primeira mulher a presidir o maior Tribunal do Trabalho do país nos próximos dois anos.

Junto com ela, assumem também os juízes Antonio José Teixeira de Carvalho (vice-presidente administrativo), João Carlos de Araújo (vice-presidente judicial) e Carlos Francisco Berardo (corregedor regional).

Revista Consultor Jurídico, 13 de setembro de 2002, 20h24

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/09/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.