Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Eleições 2002

Garotinho poderá ficar em geladeira política se Rosinha for eleita

Por 

Se a candidata ao governo do Rio de Janeiro, Rosinha Garotinho, vencer a eleição, o marido Anthony Garotinho ficará em uma espécie de geladeira política caso não seja eleito presidente do Brasil. O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro entendeu que Garotinho não poderá se candidatar a qualquer cargo político no Estado enquanto sua mulher estiver no Poder.

Para a Justiça Eleitoral, um possível governo de Rosinha significaria, na prática, um segundo mandato do marido. De acordo com a lei eleitoral, a situação é caracterizada como a reeleição por parentes.

Caso as pesquisas de intenção de voto, em que Rosinha aparece em primeiro lugar, sejam confirmadas, Garotinho somente terá duas alternativas, se não for eleito presidente: se candidatar em outro Estado ou esperar o fim do mandato da mulher para voltar para a vida política no Rio.

 é editor da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro

Revista Consultor Jurídico, 6 de setembro de 2002, 12h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/09/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.