Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Coluna do Rio

Coluna do Rio: Justiça nega guarda de filho para atriz Vera Fischer.

Por 

A 6ª Vara de Família do Rio de Janeiro decidiu que a atriz Vera Fischer não deve ficar com a guarda de seu filho Gabriel. De acordo com a decisão, o garoto deve permanecer com o ator Felipe Camargo. A briga pela guarda da criança já dura anos na Justiça.

Belo na mira

O promotor da 34ª Câmara Criminal, Murilo Alexandre, pedirá a revogação da liberdade do pagodeiro Belo na 8ª Câmara Criminal do TJ do Rio.

O MP quer também a prisão de Antonio Carlos Gabriel, o Rumba, ex-presidente da associação de moradores do Jacarezinho. Os dois são os únicos do processo que estão soltos e respondem por associação para o tráfico.

Novo ramo

O TSE quer criar uma escola de juízes especialmente para tempos de campanha política. Funcionaria nos moldes das escolas de magistraturas, que hoje preparam os novatos no Judiciário. O curso, mais rápido, seria especializado em assuntos políticos.

Comparações inevitáveis

A juíza do TRE de Sergipe, Suely Carmelo, deve pedir ao candidato a deputado federal, José Ribeiro, do PGT, evitar na TV o uso do apelido Rola.

Rola não passa de uma ave ou de uma cachaça vendida na periferia de Aracaju e no interior. Segundo a juíza, para evitar outras ilações seria melhor que ele descartasse o apelido.

De olho

Na próxima quinta-feira (5/9) serão ouvidas as testemunhas no processo em que se apura a compra de votos pelo prefeito reeleito de Seropédica, Anabal Barbosa de Souza. A audiência será no TRE do Rio.

O Ministério Público afirma que ele teria feito doação de materiais de construção aos moradores do município para obter votos. O prefeito nega. O relator do processo é o desembargador Paulo Sérgio Fabião.

 é editor da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro

Revista Consultor Jurídico, 2 de setembro de 2002, 11h37

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/09/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.