Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Momentos decisivos

Serra questiona uso que Lula fez do direito de resposta

O presidenciável José Serra (PSDB) entrou hoje com representação contra a Coligação "Lula Presidente". Segundo o candidato tucano, Lula teria desvirtuado direito de resposta concedido pelo Tribunal Superior Eleitoral ao programa do candidato do Partido dos Trabalhadores.

A Coligação "Lula Presidente" ganhou direito de resposta para contestar a notícia publicada no Jornal do Brasil de que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia teriam treinado Fernandinho Beira Mar.

Serra argumentou que Lula ocupou o tempo do direito de resposta para afirmar que o seu governo será de paz, sem mágoas e nem rancor. Para os advogados de Serra, a Coligação "Lula Presidente" desviou-se do fato que deu base à concessão do direito de resposta "e passou a fazer considerações estranhas e desinfluentes quanto ao tema". O relator da representação é o ministro Gerardo Grossi.

Representação 626

Revista Consultor Jurídico, 24 de outubro de 2002, 19h46

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/11/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.