Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Exclusão digital

Projeto Nacional contra a exclusão digital será lançado no MT

Acontece na próxima quarta-feira (dia 30), no município de Santo Antônio de Leverger, em Mato Grosso, o lançamento do projeto Comunidade Brasil. Fruto da união entre iniciativa privada, órgãos do governo e terceiro setor, o projeto visa diminuir a exclusão digital por meio da instalação de telecentros comunitários com acesso à internet e cursos de introdução às tecnologias da informação nos municípios brasileiros.

Para Ludgério Monteiro, secretário-executivo da Comunidade Solidária, entidade encarregada pela coordenação geral do projeto, a criação dos telecentos Comunidade Brasil vai ao encontro da necessidade de informação da população brasileira. "A falta de acesso às informações é um dos maiores obstáculos para o desenvolvimento das localidades mais pobres. Com o projeto, essas comunidades vão entrar em contato com os programas do governo e outras ações que podem beneficiá-las, tornando-as menos isoladas", afirma.

O projeto-piloto será iniciado em seis municípios da região metropolitana de Mato Grosso: Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Jangada, Nossa Senhora do Livramento e Várzea Grande, além de Santo Antônio do Leverger. Nessas salas, os moradores terão cursos sobre conteúdos básicos de informática e acesso aos serviços públicos disponíveis na Rede. Eles poderão ainda produzir e divulgar informações sobre sua localidade, bem como participar de oficinas profissionalizantes e de capacitação.

Cada telecentro será equipado com dez computadores, um servidor, impressora e scanner, que ficarão à disposição de qualquer cidadão que queira utilizá-los sem custo algum. Em cada localidade serão treinados três monitores, preparados para auxiliar os usuários a se conectar e a navegar na internet.

A coordenação técnica do projeto é do Governo Eletrônico (e-Gov). Segundo o secretário de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Solon Lemos Pinto, uma característica da tecnologia da informação é a possibilidade de eliminar intermediários na relação entre governo e o cidadão. "A universalização do acesso às novas tecnologias da informação é um dos maiores desafios para o país. Daí o nosso apoio à iniciativa do Comunidade Brasil, que, somada aos 3.500 conjuntos de equipamentos e instalações do GESAC - Governo eletrônico- Serviço de Atendimento ao Cidadão e outros milhares de pontos eletrônicos nas agências dos Correios, irá contribuir para diminuir o analfabetismo digital no país", argumenta afirma Solon.

Também no dia 30 acontece o lançamento do portal Comunidade Brasil. Nele, os interessados poderão acessar os serviços do governo, fazer cursos com o Web-Aula, participar do chat ou ver notícias de outras comunidades inseridas no projeto. A idéia é que nos próximos meses seja formada uma rede de comunicação comunitária a partir da produção de notícias de cada local.

Outra questão é que cada comunidade poderá construir seu próprio site dentro do portal do Comunidade Brasil. Nessas páginas serão inseridas informações sobre a produção cultural e folclórica da cidade, personalidades que contribuem para o desenvolvimento da região, além de parceiros e notícias locais. O conteúdo dos sites também serão gerenciados pela comunidade, que decidirá, por exemplo, quanto tempo determinado assunto permanecerá no site.

Saiba mais sobre Inclusão Digital lendo o Documento Final da Oficina para Inclusão Digital realizada em Maio de 2001, em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 24 de outubro de 2002, 20h08

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/11/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.