Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mãos limpas caipira

Escutas telefônicas auxiliam PF em megaoperação em SP

A Polícia Federal divulgou na manhã desta sexta-feira (18/10) os resultados da chamada Operação Sombra, também conhecida entre os policiais como "mãos limpas caipira".

Há três meses, o Setor de Inteligência (SI) da Polícia Federal, em Brasília, detectou um grande grupo de crime organizado, que estaria atuando em 19 cidades do interior de São Paulo, a partir de Campinas (100 km a leste da capital paulista), e com desdobramentos em outros três estados: Mato Grosso do Sul, Paraná e Tocantins. O grupo é acusado de promover roubo de cargas, tráfico de cocaína e assaltos a bancos.

Na terça-feira passada, 180 policiais federais montaram uma base de operações em Campinas e deflagraram as buscas. Munidos de 42 mandados de busca e apreensão, promoveram 13 prisões.

"Tudo o que fizemos resultou de escutas telefônicas, mediante autorização judicial, feitas durante três meses. Apreendemos muito material, desde mercadorias roubadas a inúmeras agendas telefônicas. Essas agendas vão render mais alguns meses de investigação, toda amparada pelo judiciário federal. Trata-se uma organização criminosa muito grande", disse o chefe de comunicação social da PF, em Brasília, delegado Reinaldo César -que se deslocou da capital federal para acompanhar as investigações a partir de Campinas.

A PF não divulga os nomes dos investigados. Foi a maior operação dos federais promovida em São Paulo nos últimos cinco anos.

Revista Consultor Jurídico, 18 de outubro de 2002, 12h26

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/10/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.