Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Propaganda eleitoral

Ciro Gomes não quer que Serra faça uso de sua imagem em propaganda

O candidato derrotado à Presidência da República pelo PPS, Ciro Gomes, entrou hoje no Tribunal Superior Eleitoral com representação contra a Coligação "Grande Aliança", do presidenciável José Serra. O relator é o ministro Peçanha Martins.

Ciro Gomes quer proibir que José Serra use suas imagens criticando o candidato do PT, Luís Inácio Lula da Silva. Na propaganda eleitoral do dia 15/10, Serra usou no programa de TV uma declaração de Ciro Gomes, feita no primeiro turno. "Quem acha que tá na hora de tocar fogo, de fazer uma experiência que a gente não sabe onde vai dar, vota no Lula", disse o então candidato do PPS.

Os advogados de Ciro Gomes disseram que a legislação eleitoral proíbe que um candidato no primeiro turno que tenha formalizado apoio a outro candidato no segundo turno, apareça na propaganda eleitoral gratuita de partido adversário.

Representação: 589

Revista Consultor Jurídico, 16 de outubro de 2002, 18h49

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/10/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.