Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Serviço público

Ajufe quer que membros do Judiciário sejam chamados de juízes

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Francisco Fausto, e o presidente da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), Paulo Sérgio Domingues, foram cautelosos ao comentarem a decisão dos integrantes do Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão, que passarão a se chamar de desembargadores.

Os juízes maranhenses seguem o caminho dos juízes dos tribunais regionais federais que também resolveram ser desembargadores.

Francisco Fausto disse que o título de desembargador federal não é novidade no Judiciário. “A novidade é que somente agora quando os juízes dos TRTs resolvem adotar o mesmo título a questão ganha notoriedade", disse.

Domingues afirmou que historicamente a Ajufe tem defendido que o ideal seria que todos os membros do Judiciário fossem chamados de juiz com a designação do tribunal ao qual pertence, seja estadual, federal ou superior. “Contudo cremos que essa questão não é relevante. O que importa é a qualidade do serviço público que os tribunais prestam para a população”, finalizou.

Revista Consultor Jurídico, 16 de outubro de 2002, 17h30

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/10/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.