Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Trabalho escravo

Polícia Federal encontra bolivianos mantidos como escravos em SP

A Polícia Federal de São Paulo prendeu na tarde dessa sexta-feira o boliviano Nelson Lima Cruz, 21, sob acusação de manter 11 outros bolivianos em regime de escravidão numa confecção no bairro do Brás, na zona leste de São Paulo.

Nelson, gerente da oficina de costura, foi autuado no artigo 149 do Código Penal , e pode ser condenado de 4 a oito anos de prisão.

Os bolivianos viviam trancados com oito cadeados. Estão há dois anos sem receber salário, eram proibidos de sair ou manter contatos com brasileiros, e ganhavam como salário duas refeições diárias. Trabalhavam sete dias por semana, sem direito a folga.

O Embaixador da Bolívia no Brasil foi notificado que os 11 bolivianos tem oito dias para deixar o país, ou serão expulsos pela PF. "O mais triste disso tudo é que eles nos disseram que preferam viver nessas condições no Brasil do que voltar ao interior da Bolívia, onde dizem que morreriam de fome em pouco tempo", afirmou o agente especial da PF Celso Darcke.

Revista Consultor Jurídico, 11 de outubro de 2002, 18h18

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/10/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.