Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Denúncia no Amapá

Sindicato diz que Presidência do TRE-AP persegue servidores

O Sindicato dos Servidores do Judiciário do Amapá afirma que o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá, desembargador Mário Gutyev e a diretora-geral, Marli de Fátima, estão perseguindo os trabalhadores que participaram do movimento grevista deste ano.

Segundo a denúncia, outro servidor está sendo alvo de processo administrativo disciplinar que não foi precedido de sindicância. O diretor da Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e do sindicato, Waldson Silva, disse que é grave o fato do Tribunal Superior Eleitoral, atendendo pedido da diretora-geral Marli de Fátima, enviar a Macapá três servidores para formarem a comissão processante.

A diretoria do Sindjuf-PA/AP está reunida, nesta quarta-feira (9/10), em Macapá, com sua assessoria jurídica. A diretoria discute quais procedimentos deverão ser tomados contra as atitudes da presidência do TRE-AP.

Revista Consultor Jurídico, 9 de outubro de 2002, 19h43

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/10/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.