Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Insegurança pública

Juiz trabalhista é assassinado no Rio de Janeiro

O juiz trabalhista Marco Aurélio Almarás, de 38 anos, morreu na noite de quinta-feira (3/10) no Hospital São Lucas, onde chegou baleado. Marco Aurélio foi assaltado por três homens na Rua Cinco de Julho, esquina com Rua Constante Ramos, em Copacabana. O juiz, que estava em um Vectra prata, teria reagido e foi atingido por três tiros no peito. A informação foi veiculada pela Agência Globo e pelo site do Tribunal Superior do Trabalho.

Anderson de Abreu Vieira, de 18 anos, que segundo a polícia é um dos assaltantes, foi detido no Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, onde chegou baleado na mão. Ele foi levado para a delegacia de Copacabana. O juiz Marco Aurélio Almarás de Lima morava em Resende e tinha ido ao Rio visitar parentes.

Revista Consultor Jurídico, 4 de outubro de 2002, 9h51

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/10/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.