Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Jogo eleitoral

TSE decide que Rosinha Garotinho pode ser candidata no Rio

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral, por unanimidade de votos, negaram recurso da coligação “Todos Pelo Rio” (PFL, PMDB, PSDB), da candidata ao governo do Estado Solange Amaral. A coligação pediu a impugnação do registro de Rosinha Garotinho (PSB), também candidata ao governo do Rio de Janeiro.

Solange alegou que o fato de Rosinha ser mulher do ex-governador Anthony Garotinho a tornaria inelegível. Os ministros rejeitaram o argumento.

A decisão do TSE foi baseada na Constituição, que só permite a candidatura de parentes quando o titular é reelegível.

Revista Consultor Jurídico, 2 de outubro de 2002, 11h49

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/10/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.