Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Quinta-feira, 21 de novembro.

Primeira Leitura: deputado do PT critica aumento da taxa Selic.

A lógica

Em sua reunião de quarta-feira, o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central decidiu elevar a taxa-Selic em 1 ponto percentual, para 22% ao ano. É o maior patamar desde maio de 1999, logo depois da mudança do regime cambial.

Como sempre, a justificativa oficial do BC é a projeção de inflação mais alta para 2003. Essa é a lógica de funcionamento do Copom pelo menos desde o início de 2001.

Comemoração

Apesar dos discursos em contrário, o PT comemorou a decisão. Afinal, quanto mais alta for a taxa no início do governo Lula, menor será a pressão do mercado por uma nova correção no ano que vem.

"Trabalho sujo"

Não por acaso, ao comentar a decisão, o presidente eleito preferiu dizer que a responsabilidade pela política econômica é do atual governo até o fim do ano e que, no seu programa, consta a proposta de redução gradual dos juros. Lula não disse, mas o fato é que tal promessa fica mais exeqüível se o "trabalho sujo" de elevar a taxa for feito pelo atual governo.

Uns mandam...

O coordenador da equipe de transição, Antônio Palocci, reagiu à decisão do Copom afirmando que a redução dos juros é um desejo do governo Lula, mas que a queda depende da realidade.

Ele não quis arriscar de quanto seria o nível desejado pelo próximo governo, mas afirmou que o aceitável seria uma taxa "um pouco acima da inflação". Considerando a estimativa de 12% para a inflação anual para o consumidor, a taxa de juros real estaria agora em 8,9%.

...outros reclamam

O deputado federal Ricardo Berzoini (PT-SP) criticou o aumento da taxa-Selic. "Não existe nenhum receituário econômico que diga que o aumento dos juros vá conter a elevação da inflação. Muito pelo contrário", afirmou. Segundo ele, a inflação subiu em razão da alta do dólar, e não do crescimento da demanda.

Por isso, disse, "elevar os juros não vai promover uma efetiva redução dos preços", mas agravará a situação econômica do país.

Quem leva?

O presidente do PT, José Dirceu, disse que não há hipótese de Armínio Fraga ficar na presidência do Banco Central. "Isso não corresponde aos fatos nem à posição já manifestada pelo presidente eleito. (...) Novo governo, novos homens e novas mulheres." Mas o coordenador da transição, Antônio Palocci, foi bastante evasivo sobre a hipótese de Armínio ficar: "Prefiro me abster; se o presidente pedir minha opinião, darei a ele".

Assim falou...Paulo Paim

"Temos de ter coerência, para que não tenhamos 170 milhões de brasileiros decepcionados."

Do deputado federal e senador eleito pelo PT gaúcho, que voltou a defender um salário mínimo de R$ 250 - "miserável, diga-se de passagem" -, mas disse aceitar o valor de

R$ 240. As limitações impostas pela economia para o aumento do mínimo formam apenas um dos desafios que esperam Lula no governo. Os riscos de decepção são altos...

Ironias da história

O presidente dos EUA, George W. Bush, fez um discurso ontem na sede da Rádio Europa Livre, na capital da República Checa, para explicar suas idéias para o futuro da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), a aliança militar ocidental que nasceu na Guerra Fria.

A rádio, um símbolo desse período, ainda é sustentada com recursos dos EUA - um meio de difundir idéias e valores americanos para ouvintes na União Soviética e outros países da chamada Cortina de Ferro. A nova sede da rádio, em Praga, já abrigou o Partido Comunista da então Checoslováquia. Hoje, a República Checa integra a Otan, que convida agora a Eslováquia a se juntar à aliança militar.

Revista Consultor Jurídico, 21 de novembro de 2002, 12h19

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/11/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.