Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Acordos fechados

Núcleo de Conciliação do TRT 2ª Região faz acordo em 20% dos processos

O Núcleo de Conciliação em Segunda Instância do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, formado por juízes togados aposentados voluntários, tem solucionado uma média de 20% dos processos que atende diariamente. Segundo a presidente do TRT, juíza Maria Aparecida Pellegrina, um processo que duraria um ano para ser resolvido é solucionado em menos de uma hora, através da conciliação.

"A tendência agora é que esse número de conciliações aumente. Temos mais de 30 mil processos aguardando autuação e distribuição aqui no Tribunal e a conciliação é a única forma de solucionarmos esses processos com maior rapidez", disse a juíza. O Núcleo foi instalado no TRT-SP pela juíza Maria Pellegrina em dia 6 de novembro para promover acordos entre empregados e empresas. Dessa forma, as decisões devem ser mais rápidas.

Quando, por algum motivo, não há um acordo entre as partes no Núcleo de Conciliação de segunda instância, o processo segue o seu trâmite normal e é distribuído a um juiz de uma das dez Turmas do Tribunal.

Leia Trabalhadores terão núcleo de conciliação no TRT da 2ª Região

Revista Consultor Jurídico, 19 de novembro de 2002, 19h38

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/11/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.