Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Caso PC Farias

Brindeiro opina pelo arquivamento de inquérito sobre morte de PC

A Procuradoria-Geral da República opinou pelo arquivamento do inquérito instaurado contra o deputado federal Augusto César Farias (PPB-AL), acusado de envolvimento nas mortes de seu irmão, o empresário Paulo César Farias, e da namorada dele, Suzana Marcolino, em junho de 1996.

A Procuradoria também isentou de culpa o perito criminal Fortunato Badan Palhares quanto ao suposto crime de falsa perícia. Segundo o procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, "houve o assassinato de Paulo César Farias perpetrado por Suzana Marcolino, seguido de seu suicídio".

O parecer foi encaminhado ao relator do caso no STF, ministro Sepúlveda Pertence, que deverá elaborar seu voto e apresentá-lo ao Plenário da Corte para julgamento.

INQ 1.604

Revista Consultor Jurídico, 12 de novembro de 2002, 14h46

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/11/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.