Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sexta-feira, 8 de novembro.

Primeira Leitura: Lula diz que não prometeu valor de salário mínimo.

Estréia

O presidente eleito, Luís Inácio Lula da Silva, comandou quinta-feira a primeira reunião para constituir o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, por meio do qual pretende celebrar o chamado "pacto social".

Numa reunião que durou cerca de três horas, com a presença de quase cem pessoas, representando diversos setores da sociedade, Lula considerou que o problema do país é "mais político do que econômico", e pediu a ajuda dos presentes para governar.

Paz e amor

"Espero que todos vocês me ajudem porque a transição não será fácil. Nunca na minha vida fui tomado de tanto otimismo como estou hoje", disse, avisando aos presentes que, em seu governo, "ninguém será tratado como adversário, nem mesmo os adversários". "Estamos aqui hoje para unir o país", anunciou o presidente do PT, deputado federal José Dirceu (SP), ao abrir o encontro.

Promessas

O presidente eleito reafirmou seu compromisso com as reformas e com a redução da taxa de juros. Segundo disse, trabalhará em seu governo para que os juros não sejam superiores à taxa de retorno do setor produtivo. Lula também disse não ter feito muitas promessas na campanha, deixando até mesmo de se comprometer com um valor específico para o salário mínimo.

Grupo de trabalho

"Temos a tarefa de construir consensos mínimos necessários para estabelecer bases, prioridades e, finalmente, realizar as reformas necessárias, como previdenciária, tributária, política, agrária e trabalhista", explicou Palocci, ressaltando que o novo órgão não deve ter suas funções confundidas com as do Congresso.

Seção culinária

Ao falar sobre o combate à fome, Lula fez uma digressão sobre o desperdício de comida no país e o tamanho dos pratos servidos nos restaurantes brasileiros. "Eu, às vezes, quando vou a um restaurante, [observo que] sobra um baita filé deste tamanho na mesa", disse, acrescentando que, em países desenvolvidos, segundo ele, isso não acontece.

Teoria da evolução

Segundo Lula, seu programa de combate à fome ainda sofrerá alterações. "Nenhum projeto é definitivo, porque eu acredito na evolução da espécie humana", disse, para exemplificar que as idéias mudam com o tempo. Depois da reunião, Lula recebeu para encontros reservados seus ex-adversários Ciro Gomes (PPS) e Anthony Garotinho (PSB).

Assim falou...Paulo Pereira da Silva

"Não temos de ceder, viemos aqui para receber."

Do presidente da Força Sindical, que participou da reunião em São Paulo para a discussão do pacto social, sobre um eventual congelamento de preços e salários pelo governo.

Tudo é história

Analistas à direita e à esquerda consideram que a retomada do controle do Senado dos EUA pelos republicanos, que também ampliaram a maioria na Câmara dos Deputados, é uma vitória pessoal do presidente George W. Bush. Segundo o jornal The Washington Post, Bush estaria, assim, conquistando uma legitimidade que foi posta em dúvida em 2000, quando sua vitória sobre o democrata Al Gore na eleição presidencial foi garantida pela decisão da Suprema Corte de impedir a recontagem de votos em algumas seções eleitorais da Flórida.

A sensação de ilegitimidade foi reforçada pelo fato de que Gore, vice de Bill Clinton, venceu a eleição no voto popular - nos EUA, a disputa presidencial é decidida por um colégio eleitoral formado por delegados dos 50 Estados.

Revista Consultor Jurídico, 8 de novembro de 2002, 9h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/11/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.