Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

É uma brasa

Juíza determina busca e apreensão na casa de Erasmo Carlos

A juíza substituta da 2ª Vara Civil do Rio de Janeiro, Françoise Picot, manteve a decisão de não aceitar o contrato que os advogados do cantor Erasmo Carlos entregaram à Justiça. Com esta decisão, fica mantido o pedido de busca e apreensão à casa do cantor.

Os cantores Erasmo Carlos e Roberto Carlos respondem uma ação de plágio e a juíza Maria Leonor Baptista Jourdan, responsável pelo processo, pediu os contratos que eles mantêm com a Sony Music. Os cantores não entregaram os documentos.

Os contratos solicitados pela juíza serão usados no processo que o advogado Sebastião Braga abriu contra eles. A juíza deve definir se cabe aos cantores ou à gravadora Sony atender às determinações tomadas pela Justiça no processo. A dupla já foi condenada por plágio.

Fonte: jornal O Dia online

Revista Consultor Jurídico, 6 de novembro de 2002, 17h53

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/11/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.