Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Na mira

Skinhead é condenado a 19 anos de prisão por morte de adestrador

O skinhead Vanderlei Cardoso de Sá foi condenado a 19 anos e seis meses de prisão pela morte do adestrador de cães Edson Neris. O adestrador foi agredido até a morte na Praça da República, em São Paulo, por estar de mãos dadas com Dario Pereira Neto.

Vanderlei é um dos 18 acusados pelo crime. Ele foi julgado por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, impossibilidade de defesa da vítima e forma violenta), formação de quadrilha e tentativa de homicídio de Dario, amigo do adestrador.

O julgamento, no Fórum da Barra Funda, durou dois dias. Outros cinco skinheads já foram condenados.

Fonte: Correio Web

Revista Consultor Jurídico, 28 de março de 2002.

Revista Consultor Jurídico, 28 de março de 2002, 17h40

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/04/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.