Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sarney ataca TSE

Sarney lança suspeitas sobre imparcialidade do TSE

O senador José Sarney (PMDB-AP), anunciou que poderá recorrer a organismos internacionais como a ONU e a OEA e pedir o envio de observadores internacionais para garantir a regularidade na sucessão presidencial brasileira.

O alerta foi feito durante discurso nesta quarta-feira (20/3) para protestar contra o que considera manobras contra a candidatura de sua filha, a governadora do Maranhão, Roseana Sarney.

O ex-presidente da República criticou ações de espionagem no país contra candidatos e observou também que decisões como a do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre as coligações tumultuaram o processo. "Uma eleição não é fraudada apenas nas urnas, mas começa com ações que envolvem o aparato do Estado", afirmou.

Revista Consultor Jurídico, 20 de março de 2002.

Revista Consultor Jurídico, 20 de março de 2002, 20h19

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/03/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.