Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Atentados em SP

Marco Aurélio cobra investigação de atentados contra Justiça de SP

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Marco Aurélio de Mello, cobrou a apuração imediata dos atentados contra edifícios do Poder Judiciário paulista. O último deles aconteceu, nesta segunda-feira (18/3), contra o Fórum de Itaquera, zona lesta de São Paulo. O atentado que deixou três pessoas feridas é o sexto contra edifícios do Poder Judiciário paulista no último mês.

“É preciso impor providências rigorosas por parte da Segurança Pública de São Paulo”, afirmou Marco Aurélio.

Segundo o presidente do Supremo, os delinqüentes não podem levar vantagem nos confrontos. “Nós temos que procurar dotar esses prédios de segurança para evitar-se os atentados. O mais importante é investigar e punir quem teve a iniciativa ou quem esteve por trás orquestrando esses atentados”, disse.

Questionado sobre novas medidas de segurança no STF, em virtude da onda de atentados, Marco Aurélio afirmou: “Esperemos que o fato fique localizado e termine lá em São Paulo e que isso não ganhe contornos assim tão lineares aponto de chegar em Brasília”.

Revista Consultor Jurídico, 18 de março de 2002.

Revista Consultor Jurídico, 18 de março de 2002, 17h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/03/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.