Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Caso Sudam

Juíza decreta segredo de justiça sobre caso Sudam

A juíza da 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba, Bianca Geórgia Cruz Arenhart, determinou sigilo nos autos que apuram possíveis desvios de verba da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).

Os advogados da empresa New Hübner Componentes Automotivos entraram na Justiça para anular busca e apreensão feita no local. A juíza negou o pedido de anulação do ato mas decretou segredo de Justiça.

Os documentos apreendidos pela Polícia Federal na sede da New Hübner foram enviados ao Ministério Público Federal e à Receita Federal para análise.

O inquérito apura irregularidades em convênio firmado entre a empresa Usimar Componentes Automotivos e a Sudam.

O processo tramitará na 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba. O parecer do MPF e a cópia do material apreendido poderão ser encaminhados à Justiça Federal de Tocantins para ajudar nas apurações feitas no Estado.

A juíza disse que a meta é assegurar a elucidação dos crimes supostamente cometidos contra a Sudam. Bianca afirmou, a divulgação “poderia servir de dificuldades na investigação, influência da mídia ou mesmo alerta para que outros eventuais partícipes nos fatos não tardassem em destruir outros documentos relevantes sob seu poder”.

Revista Consultor Jurídico, 13 de março de 2002.

Revista Consultor Jurídico, 13 de março de 2002, 17h48

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/03/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.