Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Coluna do Rio

Secretária de Tim Maia não é reconhecida como sua ex-companheira

Por 

A juíza da 6ª Vara de Família do Rio de Janeiro, Marilene Alves, rejeitou o pedido da secretária do cantor Tim Maia, Adriana Pereira da Silva.

A secretária queria ser considerada como ex-companheira do cantor para ter direito a partilha de bens.

A juíza baseou a sentença em depoimento gravado deixado pelo cantor. Na gravação, Tim Maia disse que não vivia com Adriana.

Pena de morte

A Comissão de Constituição e Justiça começa a apreciar, esta semana, projeto que prevê a pena de morte no Brasil.

O autor da proposta que inclui a adoção da prisão perpétua é o próprio presidente da Comissão, deputado Ney Lopes (PFL/RN).

Carteira de identidade

A OAB começou o recadastramento nacional de todos os advogados do país.

A nova carteira profissional, com códigos de barras, deve ser mais segura contra as falsificações.

Partilha de bens

Um juiz federal deu ganho de causa à ação movida pela ex-coelhinha da Playboy, Anna Smith, contra a família do ex-marido. Anna casou-se com o bilionário da indústria do petróleo J. Howard Marshall quando ele tinha 89 anos. Ele morreu um ano depois.

Agora, como o juiz considerou que o casamento não era por “interesse” a viúva receberá uma indenização de US$ 44,2 milhões por danos morais. A informação é do Los Angeles Times.

Revista Consultor Jurídico, 11 de março de 2002.

 é editor da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro

Revista Consultor Jurídico, 11 de março de 2002, 12h08

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/03/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.