Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Saída temporária

Em SP, 711 presos fugiram na saída temporária do dia das mães.

Dos 8.170 presos paulistas que tiveram autorização para comemorar o dia das mães em casa, 711 (8% do total) não voltaram para a prisão. No ano passado, dos 3.743 que saíram para visitar a família, 279 (7,45%) não retornaram.

Em compensação, todos os 151 presos dos Centros de Ressocialização (CRs) do Estado voltaram para suas unidades. De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária, os CRs são unidades com apenas 210 vagas em cada unidade, onde convivem presos que cumprem regime fechado, semi-aberto ou provisório.

A penitenciária "João Batista de Arruda Sampaio", de Itirapina, teve maior índice de presos que não regressaram (54,84%). Dos 30 presos, 17 continuaram na rua.

Os presos dos onze CRs do Estado como o Centro de Ressocialização de Araçatuba (20 presos), o de Araraquara (14 presos) e o de Avaré (27 presos) retornaram para cumprir a pena.

Segundo dados do Departamento de Tecnologia da Informação da Secretaria, São Paulo tem 105 unidades penitenciárias com um total de 8.881 presos.

Revista Consultor Jurídico, 23 de maio de 2002, 13h07

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 31/05/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.