Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Caos no Rio

Naves defende convocação do exército para combater traficantes no RJ

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Nilson Naves, defendeu um melhor aparelhamento da polícia do Rio de Janeiro para combater ações de grupos de traficantes que se instalaram no Estado. Naves disse, ainda, que a convocação do Exército pode ser uma alternativa para garantir a segurança da população e das instituições, embora reconheça que para isso algumas questões legais devem ser resolvidas.

Esse semana, a sede da prefeitura do Rio foi metralhada. Para o ministro, a decretação do estado de defesa não é a melhor solução no momento, tendo em vista ser uma medida paliativa de curto prazo. A vigência do estado de defesa é de 30 dias renováveis por igual período.

Segundo Nilson Naves, a solução para conter a violência estabelecida na cidade do Rio de Janeiro com o poder paralelo do tráfico de drogas deve ser buscada pelos três poderes (Judiciário, Executivo e Legislativo). “É necessário que os três poderes se dêem as mãos para buscar uma solução mais eficaz e permanente”, afirma.

O ministro está em São Paulo, nesta terça-feira, participando do congresso “O Direito Brasileiro e os Desafios da Economia Globalizada”.

Revista Consultor Jurídico, 25 de junho de 2002, 12h37

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.