Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Caso Celso Daniel

Caso Celso Daniel: Ajufe critica atuação da Polícia Federal.

O presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil, juiz Paulo Sérgio Domingues, considerou preocupante a acusação do PT, de que a Polícia Federal teria feito espionagem política. O partido acusa a PF de ter usado grampos telefônicos nas investigações sobre a morte do prefeito de Santo André, Celso Daniel.

Segundo o partido, para obter a autorização legal de quebra de sigilo telefônico das autoridades petistas de Santo André, a PF teria usado um pedido para investigar o tráfico de drogas – matéria sem vinculação com o objeto da apuração.

O juiz disse que é preocupante a utilização de órgãos públicos para, de alguma forma, influir nas eleições de outubro. Ele destacou que nesse caso, preocupa o fato da PF, ter requerido diligências à Justiça Estadual, e não à Federal, para apurar um eventual crime político.

Para a Ajufe, todas as diligências do inquérito instaurado pela Polícia Federal em razão da morte do prefeito Celso Daniel deveriam estar sendo realizadas no âmbito da Justiça Federal. Na época do assassinato, em janeiro desse ano, a entidade chegou a emitir nota oficial em que defendia como a atuação da Polícia Federal no caso - e, em conseqüência, da Justiça Federal.

Revista Consultor Jurídico, 25 de junho de 2002, 19h06

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.