Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Aprovados sem cargo

Liminar interrompe nomeação de candidatos aprovados em concurso

O plenário do Supremo Tribunal Federal confirmou liminar concedida pela ministra Ellen Gracie, em ação rescisória ajuizada pela União (1.685), que suspende a nomeação dos candidatos aprovados no

concurso público realizado em 1994 para fiscal do trabalho.

A 2ª Turma do STF havia determinado nomeação imediata dos candidatos aprovados na primeira fase do concurso de 1994. A alegação foi de que estes candidatos teriam sido substituídos pelos aprovados em outro concurso realizado em 1998. Em dezembro do ano passado, a União ajuizou ação rescisória para cancelar esta decisão.

A AGU argumenta no documento que a nomeação dos

candidatos aprovados no concurso de 1998 foi posterior à expiração do prazo de validade do concurso de 1994.

Os advogados públicos argumentaram ainda que a preterição de fato ocorreria, em total desrespeito ao princípio constitucional da isonomia, se fosse efetivada a ordem de nomeação que beneficiaria candidatos em detrimento de outros classificados em melhor posição.

Além disso, o concurso de 1994, ao contrário do realizado em 1998, teve caráter regionalizado.

RCL 1728

Revista Consultor Jurídico, 12 de junho 2002

Revista Consultor Jurídico, 12 de junho de 2002, 19h25

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/06/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.