Consultor Jurídico

Notícias

Recuo tático

Kajuru pede desculpas a Casoy para se livrar de processo criminal

Por 

Para se livrar de uma possível condenação criminal, o comentarista esportivo Jorge Kajuru pediu desculpa ao jornalista Boris Casoy. O jornalista aceitou o pedido de desculpa. A petição assinada por Casoy e Kajuru, que pede a extinção do processo, ainda será analisada pela Justiça. Mas em casos como esse normalmente a ação é extinta.

A briga na Justiça começou porque o comentarista esportivo questionou a honestidade de Casoy durante um programa de televisão. Kajuru disse que Boris Casoy entrevistou o governador de Goiás, Marconi Perillo, durante 30 minutos, sem fazer “nenhuma pergunta jornalística”. E completou: “Depois fui tomar conhecimento que foi uma entrevista paga”.

Casoy entrou com ação contra o comentarista na 28ª Vara Criminal de São Paulo. Alegou que houve difamação. De acordo com a petição, o comentarista acusou Casoy de fazer uma “entrevista paga na condição de um verdadeiro jornalista de aluguel, tendencioso e sem isenção política”.

A pena para o crime de difamação varia de 3 meses a 18 meses e multa. O advogado de Casoy, Renato Gugliano Herani, do escritório Advocacia Benaglia Munhoz S/C, informou que o jornalista estudava ainda a possibilidade de entrar com ação por danos morais contra Kajuru. Mas com o pedido de desculpa, o assunto está encerrado.

Topo da página

 é editora da revista Consultor Jurídico e colunista da revista Exame PME.

Revista Consultor Jurídico, 31 de julho de 2002, 13:40h

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/08/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.