Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Talento reconhecido

Advogado assassinado em SP é homenageado pelo Cade

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) homenageia, nesta quarta-feira (31/7), em Brasília, o advogado Eugênio da Costa e Silva, 36 anos, brutalmente assassinado no último dia 23, em São Paulo. A homenagem será feita às 14 horas.

O conselheiro Fernando Marques (Cade), o presidente do Comitê de Defesa da Concorrência do Conselho Federal da OAB, Túlio do Egito Coelho, e o presidente do Ibrac (Instituto Brasileiro de Estudo das Relações de Concorrência e de Consumo), Ubiratan Mattos, discursarão a respeito dos trabalhos feitos pelo advogado ao longo de sua carreira e também sobre a onda de violência que assola o país.

Antonio Corrêa Meyer, sócio do Machado, Meyer, Sendacz e Opice, onde Silva atuou por mais de cinco anos, também participará da homenagem. A cerimônia será feita nas dependências do Cade.

Especialista em Direito da Concorrência, Silva passou a atuar no Machado, Meyer, Sendacz e Opice em 1998 para estruturar o departamento. Com apenas 31 anos, já era Ph.D em Direito Econômico pela Universidade de Edimburgo (Escócia).

Depois de concluir o curso, em 96, foi para Tóquio desenvolver um projeto de consultoria para a Universidade das Nações Unidas. Ao retornar ao país, passou a prestar assessoria jurídica à Presidência da Comissão Parlamentar Conjunta do Mercosul até ingressar no escritório, onde atuou em casos importantes, como a privatização da Telebrás, reorganizações societárias de diversas empresas e outras transações comerciais com foco na área de tecnologia.

Revista Consultor Jurídico, 30 de julho de 2002, 11h58

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 07/08/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.