Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Baixaria na mira

Comissão da Câmara fará campanha contra baixaria na TV

A má qualidade de programação em emissoras de TV e rádio está no alvo da Comissão de Direitos Humanos da Câmara. No segundo semestre desse ano será lançada a uma campanha com o slogan: "Quem financia a baixaria é contra a cidadania".

A comissão terá o apoio de entidades que atuam no setor. De acordo com a Agência Câmara, a comissão pretende incentivar as pessoas a não assistirem a programas que desrespeitam os direitos humanos. Também desestimularão as pessoas a consumirem produtos das empresas que patrocinam esse tipo de programa.

A campanha começará com o lançamento de um site na Internet, onde haverá uma avaliação dos programas que estimulam a violência, que expõem a vida das pessoas e que levam a sociedade a ter atitudes antidemocráticas e desrespeitosas aos direitos humanos. Na avaliação constará o nome da empresa que financia o programa.

Segundo o presidente da comissão, deputado Orlando Fantazzini (PT-SP), "se é alguém que zela pelo seu produto, ele deve também zelar pela cidadania, pelo estado de direito democrático, pelos direitos humanos". E "se para vender o seu produto ele tem que se utilizar do desrespeito ao ser humano, então é um produto que não merece ser consumido".

Ele afirma que a intenção é incentivar os meios de comunicação a fazerem suas programações dentro dos parâmetros legais e com respeito à dignidade da pessoa humana.

Revista Consultor Jurídico, 25 de julho de 2002, 8h10

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/08/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.