Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Lista negra

Banco Bandeirantes é condenado a pagar R$ 2 milhões para cliente

Por 

O Banco Bandeirantes foi condenado a pagar indenização por danos morais e materiais de mais de R$ 2 milhões para uma cliente em São Paulo. O banco inscreveu o nome da correntista na Serasa indevidamente por seis vezes consecutivas. O banco ainda pode recorrer da decisão.

Trata-se de uma das indenizações mais altas concedidas pela Justiça por inclusão indevida no cadastro de inadimplentes. O judiciário tem reconhecido a obrigação de indenizar nesses casos, mas o valor geralmente não ultrapassa R$ 100 mil.

De acordo com a advogada Luciane Terra, do escritório LTerra Advocacia, a assinatura de sua cliente foi falsificada em um financiamento de veículo na agência do banco localizada no bairro do Tatuapé, em São Paulo.

Apesar de o banco estar ciente do estelionato, segundo a advogada, o nome da cliente foi inscrito na Serasa. Ela teria tido uma série de prejuízos e infortúnios por causa da inscrição indevida. Além da indenização, o juiz aplicou multa diária de R$ 50,00 em caso de descumprimento de decisão.

 é repórter da revista ConsultorJurídico

Revista Consultor Jurídico, 22 de julho de 2002, 18h29

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.