Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sob suspeita

TJ gaúcho rejeita pedido de acusado de fraudar vestibular

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul negou habeas corpus para Emerson Aldrin de Oliveira Gonzalles. Ele pediu o trancamento de investigação e a sua soltura. Gonazalles teve a prisão temporária decretada, sob acusação de participar de esquema para fraudar o vestibular de inverno da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra).

A juíza convocada da Câmara Especial Criminal Fabianne Bretton Baisch afirmou que não há elementos suficientes para o deferimento do pedido. A juíza também negou liminar em Mandado de Segurança impetrado contra o decreto de prisão temporária.

Revista Consultor Jurídico, 18 de julho de 2002, 10h28

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.