Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Briga interna

Despacho de juíza sobre elevadores no TRT-RJ irrita advogados

Advogados trabalhistas do Rio de Janeiro estão irritados com a administração do TRT-RJ. Dessa vez, eles reclamam do ato 934/2002, que determina a primeira escala do elevador a partir do 6º andar. Assim, os advogados são obrigados a subir pelas escadas até o 6º andar.

Na semana passada, o Sindicato dos Advogados do Rio de Janeiro e a Associação Carioca dos Advogados Trabalhistas (Acat) pediram ao Tribunal Superior do Trabalho a intervenção do TRT-RJ. Leia notícia sobre o pedido de intervenção

Os advogados estão indignados com mais essa medida do TRT-RJ e farão uma solicitação para que a medida seja reconsiderada. Os advogados alegam está havendo dificuldades para se locomoverem dentro do prédio.

Leia a íntegra do ato 934/2202:

ATOS E DESPACHOS DO PRESIDENTE

ATO Nº 934/2002

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA PRIMEIRA REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

R E S O L V E:

1. Determinar que seja observado rigorosamente o uso exclusivo do elevador privativo das autoridades no prédio do Forum Ministro Arnaldo Sussekind apenas pelos Exmos. Srs. Juízes de 2º grau, pelos Exmos. Srs. Juízes Titulares e Procuradores do Trabalho; pelos Exmos. Srs. Ministros; pelo Ilmo. Sr. Secretário-Geral da Presidência; pelo Ilmo. Sr. Diretor-Geral; pelos Assessores da Presidência, da Vice-Presidência e da Diretoria-Geral e Assessores de Juízes de 2º grau;

2. Destinar um dos elevadores situados no Corredor Interno Leste para uso exclusivo dos Diretores de Varas do Trabalho e Srs. Advogados;

3. O elevador de Autoridades fará a sua primeira parada no 6º andar; o elevador mencionado no item 2 fará parada exclusivamente no 6º andar e os demais elevadores farão paradas do 6º em diante, exceto quanto à Delegacia Regional do Trabalho que tem o elevador nº 1 como de seu uso exclusivo e direito;

4. Estabelecer que o acesso ao elevador privativo só será permitido com vestuário adequado, só se admitindo o uso do traje social completo;

5. Publique-se, revogadas as disposições em contrário.

Rio de Janeiro, 15 de Julho de 2002.

JUIZ ANA MARIA PASSOS COSSERMELLI

Presidente

Revista Consultor Jurídico, 16 de julho de 2002, 17h57

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.