Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Eleitor do futuro

Projeto do TRE-MT permite que crianças votem em eleições

Cerca de 10 mil crianças, na faixa etária de 10 a 15 anos, participarão das eleições desse ano. A eleição paralela terá caráter educativo e faz parte do projeto "Eleitor do Futuro", parceria entre o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso e o Tribunal Superior Eleitoral. Por enquanto, a experiência de simulação vem sendo feita apenas na Costa Rica.

A votação ocorrerá no dia e horário da eleição geral, em 6 de

outubro, com alunos atuando como mesários. Os votos não serão computados. Mesmo assim, o resultado será anunciado no mesmo dia. A votação será feita em escolas particulares.

O lançamento oficial do "Projeto Eleitor do Futuro" ocorrerá em

Cuiabá, na terça-feira (16/7). O corregedor-geral do TSE,

ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira, estará na cidade para o lançamento. Autor da idéia, o ministro contou com a adesão do corregedor do TRE mato-grossense, desembargador Licínio

Carpinelli Stefani, responsável pelo desenvolvimento do projeto.

Carpinelli articulou o engajamento de 15 escolas das cidades de Cuiabá e Várzea Grande na realização da eleição paralela.

Revista Consultor Jurídico, 12 de julho de 2002, 16h24

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.