Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Coluna do Rio

Investidores acionarão Bank of America no Rio, SP e Belo Horizonte.

Por 

Investidores dos fundos administrados pelo Bank of America no Rio entrarão na Justiça. Eles querem recuperar prejuízos supostamente causados pela imperícia dos administradores do banco.

O rombo, que superou R$ 100 milhões, não teria nenhuma relação com as mudanças feitas pelo BC nos fundos de investimentos. Os cotistas alegam que, na verdade, o Bank of America deixou de cumprir cláusula contratual que o obrigava a alertá-los sobre as perdas que estavam ocorrendo nas aplicações.

Crise espalhada

Em São Paulo, investidores que perderam muito dinheiro nos fundos do Bank of America se reuniram para contratar um grande escritório de advocacia e entrar com uma ação coletiva.

Investidores de Belo Horizonte também devem acionar o banco. Um deles, que já deu queixa no Procon e vai procurar a Comissão de Valores Mobiliários e a Associação Nacional dos Bancos de Investimentos (Anbid).

Detalhe: no mês passado investidores do fundo High Yeld, por exmplo, perderam 20% do valor aplicado. Todos querem que o Bank of America cumpra o que prometeu em seus folhetos de propaganda, ou seja, que a perda máxima nesse fundo seria de 3%.

Virada radical

Diante da crise dos hotéis cariocas, com baixos índices de ocupação, o prefeito Cesar Maia confidenciou a um empresário do setor que vai promover uma mudança radical na Avenida Atlântica.

Ele quer retirar da orla todos os postos de gasolina de substituí-los por áreas de lazer.

A medida foi recebida com aplausos por todos os hoteleiros. Por outro lado, o Sindicato de Proprietários de Postos de Gasolina promete entrar na Justiça alegando direito adquirido.

 é editor da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro

Revista Consultor Jurídico, 11 de julho de 2002, 11h17

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.