Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Brasil Legal

Brasil Legal: partidos de SP declaram quanto gastarão em eleição.

Por 

O TRE-SP deve divulgar, nesta quarta-feira (10/7), quanto cada partido pretende gastar na eleição para governador. O PMDB declarou que gastará R$ 15 milhões. O PPB informou que gastará R$ 18 milhões. O PSDB deve gastar R$ 18 milhões e o PT, 10 milhões.

Os partidos podem pagar multa de cinco a dez vezes a quantia gasta em excesso.

Tintim por tintim

O PPB quer que o governador Geraldo Alckmin apresente todos os gastos com publicidade dos últimos três anos. A representação será feita no TRE-SP ainda essa semana.

O advogado Eduardo Nobre pedirá para o TRE-SP apurar possível infração ao artigo 73, inciso 7º, da lei 9.504, que proíbe o excesso de gastos com propaganda institucional.

Acertos finais

Todos os veículos de comunicação de Cuiabá (MT) devem ser informados, nesta quarta-feira, sobre as regras de veiculação da propaganda eleitoral.

Rádios, jornais, televisões e sites foram convocados pelo juiz coordenador de fiscalização de propaganda, José Mauro Bianchini Fernandes, para uma reunião.

Estratégia definida

O PMDB paulista já definiu sua linha de atuação nas eleições 2002. Só vai representar contra algum partido quando se sentir “efetivamente” prejudicado.

A advogada Fátima Nieto prefere “economizar representações” e critica partidos que fazem o contrário.

Fernando Morais disputa uma vaga no governo estadual e Orestes Quércia está na corrida para o Senado, ambos pelo PMDB.

 é editora da revista Consultor Jurídico e colunista da revista Exame PME.

Revista Consultor Jurídico, 10 de julho de 2002, 14h35

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.