Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Grampo polêmico

PT afirma que PF quer encobrir espionagem política

O Partidos dos Trabalhadores "repudia informações que visam iludir a opinião pública". A declaração foi feita pelo porta-voz de Luiz Inácio Lula da Silva, André Singer. Ele disse que a iniciativa da Polícia Federal de divulgar uma carta da cúpula do PT a FHC serve para "encobrir espionagem política".

Nesta sexta-feira (5/7), a Polícia Federal divulgou uma carta em que o presidente do PT, José Dirceu, e o candidato do partido à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, sugerem ao presidente Fernando Henrique Cardoso o uso de escutas telefônicas para a apurar o assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel.

A PF divulgou a carta para se defender das acusações de "uso político" nos grampos feitos no caso Celso Daniel, segundo o porta-voz.

De acordo com o PT, "Lula e José Dirceu pediram ao presidente que designasse delegados da PF para acompanhar a investigação do assassinato do prefeito Celso Daniel”.

O porta-voz foi questionado sobre os interessados em encobrir o que chamou de "espionagem política” e disse: "Não posso dizer quem está por trás disso, mas as ações visam prejudicar um partido político que tem chances de ganhar a disputa eleitoral".

Veja o que a PF afirma.

Revista Consultor Jurídico, 5 de julho de 2002, 18h16

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.