Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Audiência virtual

Justiça de Cingapura passa a julgar processos pela Internet

Os tribunais de Justiça de Cingapura começaram a aceitar a apresentação de testemunhas legais em processos civis e de assuntos familiares via videoconferência. A informação é das empresas responsáveis pelo desenvolvimento do sistema para o poder judiciário do país.

O serviço Justice Online é baseado em conexões de banda larga SDSL (Symmetric Digital Subscriber Line) de 512 Kbps para videoconferências. Com isso, não será necessário comparecer à corte, será possível fazer deposições do escritório.

Para usar o Justice Online é necessário um PC padrão, uma câmera de videoconferência PT 550 da PictureTel instalada e um link para conexões em banda larga. Os equipamentos permite que os advogados façam vídeo-deposições para estabelecer direitos civis, legitimar audiências e pré-julgamentos.

Em breve, o serviço será estendido também para assuntos relacionados à área criminal, incluindo conferências para pré-julgamento e pagamento de fianças, entrevistas com presos e acusação de réus. As estações do Justice Online estão planejadas para serem ativadas em cadeias, possibilitando que os oficiais da promotoria geral entrevistem detentos sem que eles precisem ser transferidos pessoalmente para a corte.

Fonte: IDG NOW!

Revista Consultor Jurídico, 3 de julho de 2002, 17h07

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.