Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novela mexicana

STF nega prisão domiciliar para empresário de Glória Trevi

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Marco Aurélio de Mello, negou o pedido de prisão domiciliar para Sérgio Gustavo Andrade Sanchez, empresário da cantora mexicana Glória Trevi.

O empresário da cantora está detido no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

Segundo Marco Aurélio, não há urgência para a análise do caso, uma vez que o Plenário do STF já julgou o processo de extradição do paciente, tendo, inclusive, "indeferido o pleito de transmudação da preventiva em domiciliar".

O presidente do STF também solicitou mais informações ao empresário e determinou que se aguarde a abertura do ano judiciário de 2002 para a distribuição do Habeas Corpus a um ministro relator.

HC 81.624

Revista Consultor Jurídico, 22 de janeiro de 2002, 16h59

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/01/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.