Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Precatório sem fundo

Governo demite procurador do DNER que pagava precatórios fora da ordem

O advogado-geral da União, Gilmar Mendes, e o ministro interino dos Transportes, Alderico Lima, assinaram nesta terça-feira (26/2), as portarias de demissão do procurador do DNER, Pedro Elói Soares, e do engenheiro do órgão, Bernardo Rosenberg.

O procurador e o engenheiro envolveram-se no escândalo em que se verificou o pagamento de precatórios fora da ordem constitucional, o que teria sido feito em troca do pagamento de propinas.

A Advocacia-Geral da União passou a investigar a trama em 1999, quando a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, demonstrou que, enquanto todos os demais setores do governo haviam suspendido os pagamentos de precatórios, o DNER abria as bolsas, generosamente.

Revista Consultor Jurídico, 26 de fevereiro de 2002, 21h10

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/03/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.