Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ação trabalhista

Justiça reduz valor de caução do jogador Luís Mário do Grêmio

O corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Vantuil Abdala, reduziu para R$ 4,5 milhões a caução que o jogador Luís Mário tem que depositar para o Corinthians para poder jogar no Grêmio.

O valor inicial era de R$ 8 milhões e foi determinado pelo presidente do TST, ministro Almir Pazzianotto, em ação que o jogador move contra o time paulista.

Inconformado, o jogador pediu reconsideração da decisão do presidente do TST. Ele alegou que a caução “acabou por impedir o direito ao livre exercício da profissão”.

O ministro fixou o novo valor tendo como base os novos documentos apresentados pelo jogador, principalmente o contrato de trabalho que fixa o montante de R$ 4 milhões a título de indenização por rescisão do contrato e a manifestação de opção de compra por parte do Grêmio pelo valor equivalente a US$ 2 milhões.

Revista Consultor Jurídico, 25 de fevereiro de 2002, 18h43

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/03/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.