Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Morte de sem-terras

Julgamento do massacre de Eldorado será transmitido pela Internet

Os internautas poderão acompanhar pela Web o julgamento dos 149 policiais envolvidos no massacre de Eldorado do Carajás, marcado para 8 de abril. As pessoas que estiverem do lado de fora do Tribunal de Justiça do Pará também poderão ver o julgamento através de um telão.

Os policiais são acusados pela morte de 19 sem-terra em 17 de abril de 1996 no município de Eldorado do Carajás, Sul do Pará. O julgamento será presidido pela juíza Eva do Amaral Coelho, em três sessões de júri popular.

Além dos 19 mortos, outros 60 sem-terra ficaram feridos no confronto com a polícia. O confronto aconteceu depois que cerca de 200 policiais foram enviados para desobstruir a rodovia PA-150, que havia sido bloqueada por 1.100 sem-terra no dia anterior.

Na primeira sessão, serão julgados o coronel Mário Colares Pantoja, na época comandante da Polícia Militar, o major José Maria Pereira de Oliveira e o capitão Raimundo José Almendra Lameira. Os três comandavam a tropa no dia do massacre.

A segunda sessão foi marcada para 15 de abril. Serão julgados 17 policiais militares, 12 são sargentos, quatro tenentes e um cabo da polícia. Na terceira sessão, marcada para o dia 22 de abril, serão julgados os outros 129 policiais militares.

Com informações da Agência Folha

Revista Consultor Jurídico, 25 de fevereiro de 2002, 20h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/03/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.