Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Golpe em SP

Criminosos se passam por servidores da Justiça para extorquir

O Tribunal de Justiça de São Paulo divulgou nota à imprensa para alertar que pessoas não identificadas estão se apresentando como procuradores, promotores e funcionários do Judiciário. A intenção dos criminosos é extorquir quem tem valores a receber da Justiça.

De acordo com a nota, os criminosos prometem a liberação do dinheiro mediante depósito antecipado. Os valores depositados seriam correspondente a uma porcentagem pelo serviço prestado. O Tribunal de Justiça pede que os jurisdicionados comuniquem o fato à Polícia.

A Corregedoria de Justiça foi informada por uma das possíveis vítimas procurada pelos criminosos. Um promotor disse que em Ribeirão Preto também há criminosos tentando se passar por funcionários da Justiça.

Veja a nota divulgada

NOTA À IMPRENSA

A Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo comunica que pessoas não identificadas estão, criminosamente apresentando-se como procuradores de justiça, promotores, funcionários do judiciário, com a intenção de extorquir valores de quem tenha a receber da justiça.

Esses criminosos prometem conseguir, de forma rápida, a liberação do dinheiro mediante depósito antecipado correspondente a uma porcentagem do valor a ser recebido.

Para que não haja engodo por parte de eventuais golpistas, a Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça recomenda que os jurisdicionados fiquem atentos a eventuais contatos dessa natureza e comuniquem o fato à Polícia.

Revista Consultor Jurídico, 20 de fevereiro de 2002, 16h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/02/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.