Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fatos e versões

Jornalista acusado de difamar Naji Nahas é condenado no RJ

A juíza da 36ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, Katia Maria Amaral, condenou o jornalista Rodrigo Santos Gonçalves Pinto por ter entendido que ele difamou o megainvestidor Naji Nahas numa de suas reportagens.

O repórter foi condenado a cinco meses de detenção em regime aberto e multa de quatro salários mínimos. A pena pode ser substituída por prestação de serviços à comunidade. O jornalista pode recorrer da decisão.

De acordo com Sérgio Rosenthal, advogado do investidor, Nahas está processando quatro outros jornalistas e continuará a "acionar judicialmente todos aqueles que ofenderem sua honra".

A notícia que motivou a condenação foi publicada no jornal O Globo, em 29 de abril de 2000. O jornalista informou que Nahas, em 1989, manipulou o mercado, quebrou sete corretoras e deixou um rombo de US$ 400 milhões na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro. O texto também afirma que o investidor foi condenado a 24 anos e 8 meses de prisão e fugiu para Paris.

Para a juíza, o jornalista apresentou "versão própria sobre os fatos", tanto que Nahas foi absolvido no Superior Tribunal de Justiça.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Revista Consultor Jurídico, 20 de dezembro de 2002, 17h29

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/12/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.