Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Verba liberada

FHC libera R$ 258 mil para combate a trabalho escravo

O presidente Fernando Henrique Cardoso atendeu nesta quarta-feira (18/12) o pedido do presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Francisco Fausto, e autorizou a liberação de crédito complementar no valor de R$ 258 mil para a Justiça do Trabalho. Os recursos serão transferidos imediatamente para o Tribunal Regional do Pará (8ª Região) para atender despesas emergenciais decorrente do combate ao trabalho escravo naquele Estado.

O TRT do Pará criou recentemente a Vara Itinerante da Justiça do Trabalho, que atua em conjunto com outras instituições oficiais (Ministério Público, Ministério do Trabalho) e tem percorrido o interior do Estado para localizar fazendas denunciadas pela prática de trabalho escravo.

Com a liberação de recursos extras que ajudarão na viabilização da Vara Itinerante da Justiça do Trabalho e a prisão por parte da Polícia Federal de fazendeiros que utilizam o trabalho escravo, o presidente do TST não tem dúvidas de que essa "violência contra o trabalhador será extinta no país". Para o ministro, "é impossível que em pleno século XXI ainda ocorra incidência de trabalho escravo".

"Tenho certeza que o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, dará total prioridade em seu governo ao combate ao trabalho escravo", concluiu o presidente do TST.

Revista Consultor Jurídico, 18 de dezembro de 2002, 12h41

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/12/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.